5.13.2017

Cultivo da planta do mamão papaia (mamoeiro)

Cultivo da planta do mamão e da papaia (mamoeiro)

O meu entusiasmo por árvores de fruto é ilimitada, ando sempre à procura de plantas e frutos novos. Já tive o prazer de comer mangas de produção própria e agora tenho a expectativa de comer mamão papaia. Mesmo não conhecendo nenhum exemplar desta árvore em Portugal, decidi experimentar. O começo da minha experiência teve inicio num mamão de supermercado, retirei-lhe as sementes, sequei-as, semeei-as e deu-se o inicio da minha nova aventura, que podem ver na foto acima. Com base em muita pesquisa passei aos seguintes passos, vamos ver se chego a bom porto.

Características das plantas do mamão papaia


Segundo consta a papaia é uma planta que pode atingir os 5 metros de altura e embora pareça uma árvore, ela é apenas uma erva gigante de crescimento rápido e vida curta.
Contudo parece que existe macho e fêmea e na na fase inicial não existe uma forma confiável de ver se a planta é macho ou fêmea. A planta macho produz um caule longo e fino com diversas folhas, contudo é na floração que podemos definir o sexo do mamoeiro. As flores do mamoeiro macho ficam dependuradas e afastadas do caule da planta.
Embora as flores dos mamoeiros machos não se transformem em frutos viáveis, elas têm a importante função de fecundar as flores dos mamoeiros fêmeas. Espere que a planta cresça aproximadamente 90 cm de altura para determinar o género de cada planta.
Contudo existem algumas plantas que são hermafroditas, ou seja produzem flores dos dois tipos e se autopolinizam.

A papaia é uma planta tropical, que se desenvolve melhor com temperaturas entre os 19º e os 25º. Quando a temperatura desce abaixo dos 15º, a planta sofre, pára o desenvolvimento vegetativo e reduz o florescimento.

Sementeira e plantação do mamão


O solo deve ser profundo, permeável e rico em matéria orgânica. A planta também necessita de um bom aporte de potássio, boro e zinco. O pH deve situar-se entre os 5,5  e os 6,7. Recomenda-se a correcção da acidez do solo através da calagem.

A planta da papaia gera melhores resultados com adubação orgânica, os estrumes de gado bem curtidos são os mais indicados. Este tipo de fertilização, têm aínda a vantagem de melhorar a estrutura do solo.

O mamoeiro pode ser multiplicado por meio de sementes, de estaca ou enxertia. Contudo a propagação de sementes é a mais utilizada. São escolhidas as sementes de um fruto sadio, livres de pragas e doenças visíveis, deve apresentar um bom tamanho e forma regular.

Coloque 4 sementes num vaso com substrato, com cerca de 1.25 cm profundidade e regue-as, tendo o cuidado de não encharcar. Depois de elas germinarem retire as mais pequenas e deixe apenas uma, a maior ou a que apresentar melhor desenvolvimento. A germinação leva aproximadamente 15 dias.

Transplante as plantas quando elas alcançarem os 15 a 20 cm. Quando colocadas definitivamente no lugar, deve respeitar de um espaço de 2 metros entre as plantas e 3 a 4  metros entre linhas.

Tratos culturais do mamoeiro


Deve-se eliminar o excesso de brotos, de forma a prevenir ataques de pragas e doenças.

A rega deve ser persistente, mas sem exageros. O mamoeiro é uma planta exigente em água, contudo é sensível ao encharcamento.

Em condições favoráveis a floração dá-se 4 a 6 meses após a sementeira, os frutos levam 5 a 6 meses a completar a maturação. Devem ser colhidos com uma ligeira torção, com o cuidado de não ferir a casca.

As maleitas mais preocupante da papaia são o vírus do mosaico e vírus da mancha anelar do mamoeiro. O virus do mosaico provoca o amarelecimento e enrugamento das folhas mais novas, o clareamento das nervuras e uma paralisação no crescimento da planta que se vai reflectir na qualidade do fruto, ou mesmo a morte da planta.
O vírus da mancha anelar, também apresenta o amarelecimento das folhas e clareamento das nervuras, apresenta também a redução da lamina foliar e umas estrias oleosas nos pecíolos. Leva a redução da produção e à possível imprestabilidade dos frutos.
Como não existem tratamentos específicos para estas doenças, a melhor forma de controle reside na eliminação das plantas contagiadas.

2 comentários:

  1. Os meus mamoeiros estão com um palmo. Semeei a partir de sementes de um fruto de hipermercado em Fevereiro, mas elas demoraram dois meses para nascer. Na verdade, só quando parei de regar a terra por desistência é que elas nasceram. Fui cortando as mais frágeis e doentes para desbastar a sementeira. Quando algumas se tornaram mais fortes do que outras mudei 5 para vasinhos individuais. Hoje, voltei a mudar mais 5 das restantes que estão ainda bastante pequenas relativamente às que mudei antes. Ainda tenho várias na sementeira, apenas por receio de não ter nenhuma fêmea naquelas que selecionei. Estão bonitas e bastante verdes e há uma delas que cresce muito mais rápido que as restantes, mas mesmo assim penso que o desenvolvimento no geral tem sido demorado. Gostava que elas crescessem o máximo até ao fim do verão pois depois será mais complicado. Estou desejosa para saber qual o gênero de cada uma!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...