4.27.2014

Lagarta da couve

Lagarta da couve combate e tratamento

Hoje vamos falar da lagarta da couve a Pieris Brássicae, elas causam grandes buracos na folha, deixando apenas as nervuras mais grossas. Atacam principalmente a couve galega, a couve flor, os brocolos, o nabo, o rabanete e o rábano.

Características das lagartas da couve


Os adultos são borboletas brancas com manchas negras na extremidade das asas, as fêmeas apresentam duas marcas negras no interior das mesmas.
As lagartas medem aproximadamente 3,5 a 4 cm de comprimento, com cor verde amarelado,  dorso com pontas pretas e uma tira branca ao longo do corpo.
Os adultos depositam os ovos na parte inferior das folhas das couves, a eclosão dos ovos dá-se após 10 a 15 dias.


Combate da lagarta da couve


As lagartas têm uma particularidade, são gregárias, ou seja vivem em conjunte, esta particularidade permite fazer a eliminação manual de uma forma eficaz.
Logo que as detecte, elimine as lagartas ou os ovos que são facilmente reconhecidos pela sua coloração amarelada , inspeccione bem toda a planta , principalmente a página inferior da couve, quando a infestação é grande a maneira mais viável é destruir toda planta. Todas as lagartas devem ser removidas e esmagadas, uma lagarta esquecida é suficiente para provocar uma nova infestação em poucos dias. Por norma esta prática é suficiente para erradicar a praga numa fase inicial.

Sabemos que a eliminação manual nem sempre é viável, particularmente nas grande áreas, nesses casos a  melhor forma de combate  é a prevenção, poderá ser feita com armadilhas sexuais ou com infusão de boldo.
Depois da praga instalada, poderá ser combatida com insecticida, com água de sabão, polvilhar com pó de rocha ou cinzas de madeira.
O método biológico mais eficaz passa pela utilização do bacillus thuringiensis, é uma bactéria que produz proteínas que têm efeito insecticida que actuam por ingestão contra vários tipos de largatas.

Algumas práticas populares passam por colocar folhas de tomateiro sobre as couves, O cheiro do tomateiro têm um efeito repulsivo sobre as borboletas e evita que elas depositem os ovos na planta.
Há também quem plante hortelã nas imediações das couves, porém este método é um pouco arriscado, a hortelã têm características invasivas. (Características da hortelã)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...